quinta-feira, 18 de abril de 2013

Santana do Cariri: prefeita anuncia em carta aberta que recebeu um rombo de quase 7 milhões de reais em dívidas deixadas pela gestão anterior

 

Em uma carta aberta a população do município de Santana do Cariri a prefeita Daniele de Abreu Machado (PSL) denuncia o sucateamento da frota de veículos e dos prédios públicos e o descaso com a saúde e a educação que segundo a atual gestora foram encontradas em situação de abandono da gestão passada. Citando um relatório entregue ao Tribunal de Contas dos Municípios – TCM a prefeita afirma que as despesas deixadas pela administração municipal anterior alcança a escandalosa cifra de quase 7 milhões de reais em dívidas.

Na carta, a prefeita de Santana do Cariri, começa explicando que a a divulgação do documento tem o objetivo de “esclarecer  e dar ciência da situação em que recebemos as finanças do município e dos últimos fatos ocorridos já na nossa gestão” pontuou.

DESCASO COM O PATRIMÔNIO

Em seguida a prefeita conta que encontrou a prefeitura num total estado de abandono do patrimônio público.

“Ao assumirmos o governo, nos deparamos com um total estado de abandono do patrimônio público, cuja depredação revela a irresponsabilidade e a falta de compromisso da gestão que nos antecedeu. Encontramos carros sucateados, peças roubadas, ônibus novos sem pneus estepes e macacos, salas de aulas sem carteiras e mesas e até, pasmem, as caixas d’água das escolas sumiram, impedindo seu pleno funcionamento” narra.

SAÚDE E EDUCAÇÃO EM SITUAÇÃO DE ABANDONO

A prefeita informa que a merenda escolar foi encontrada “apodrecida” e já no almoxarifado da saúde foi encontrado  “um rato morto” e lá uma “fedentina impregnava o ambiente” abandonado.

E segundo a prefeita, além de todos estes desrespeitos ao patrimônio e o abandono dos bens públicos, as contas bancárias da prefeitura foram esvaziadas e sobraram somente dívidas para a prefeitura.

DÍVIDA COM O INSS

“Além dessa situação Recebemos o município com débito de R$ 831.810,42 (oitocentos e trinta e um mil, oitocentos e dez reais e quarenta e dois centavos) de INSS atrasado. Vejam R$ 831.810,42 só de INSS da gestão anterior que tivemos de pagar” avisa.

SERVIÇOS ESSENCIAIS EM ATRASO

E mesmo os serviços essenciais como os de água, luz e telefone, foram encontrados com pagamentos atrasados segundo a atual prefeita sendo um débito total de R$ 113.961,73 (cento e treze mil e novecentos e sessenta e um reais e setenta e três centavos). “Vejam bem R$ 113.961,73 de água, luz e telefone.” alerta.

EMPREITEIRAS COBRAM DINHEIRO QUE JÁ FOI SACADO DAS CONTAS DA PREFEITURA  E NÃO FOI REPASSADO AOS CREDORES

“Recebemos de herança também um débito com empreiteiros na ordem de R$ 3.780.812,37 (três milhões e setecentos e oitenta mil e oitocentos e doze reais e trinta e sete centavos), ou seja, esta dinheirama toda desviada pelo prefeito que não pagou aos empresários, nem tão pouco deixou recursos em caixa para pagar e ainda repassou todo débito para a atual prefeita assumir. E como fica a Lei de responsabilidade fiscal, que impede dos gestores deixarem dívidas para seus sucessores?” pergunta.

HERANÇA MALDITA

Mas apesar de ser ainda o segundo maior débito deixado pelo seu antecessor a dívida com o funcionalismo público foi classificada pela prefeita como “herança maldita” por se tratar de um calote com pessoas que servem o município e de tratar-se de pessoas, algumas carentes. Diz a prefeita na carta:

“Recebemos também a herança maldita, e a mais cruel, que foi o atraso dos servidores concursados, temporários e comissionados, referentes aos meses de novembro e dezembro de 2012, na ordem de quase R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais)” afirma.

ROMBO TOTAL: QUASE 7 MILHÕES DE REAIS

Na carta a prefeita apresenta o seguinte resumo das contas deixadas pela gestão anterior.

R$ 831.810,42 – INSS atrasado pelo antigo gestor
R$ 113.961,73 - Dívida com água, luz e telefone deixada em atraso
R$ 3.780.812,37 – Dívida com empresários deixada pelo antigo gestor
R$ 2.000.000,00 – Dívida com salários atrasados dos funcionários públicos

TOTAL DA DÍVIDA DEIXADA PELO EX-PREFEITO: R$ 6.726.584,52 (Seis milhões e setecentos e vinte e seis mil  e quinhentos e oitenta e quatro reais e cinquenta e dois centavos).

AUDITORIA

Ainda na carta a prefeita Daniele Machado informa que “todos estes dados” fazem parte de um relatório de auditoria entregue ao TCM (Tribunal de Contas dos Municípios), ao MP (Ministério Público) na pessoa do Promotor de Justiça e para PROCAP (Procuradoria de Crimes Contra a Administração Pública).

ATITUDES E AÇÕES DIANTE DO CAOS

“Mesmo diante do caos, não nos abatemos. Arregaçamos as mangas e começamos a trabalhar. Hoje, a saúde funciona com dificuldade, mas está completa com os 07 (sete) PSF’s funcionando e o hospital com plantonistas diários” informa.

PERSEGUIÇÃO

Na carta a gestora argumenta que vem sofrendo perseguição política de vereadores e de sindicalistas que fazem oposição ao seu governo e que estão inconformados com a derrota nas últimas eleições e mesmo diante da posição de enfrentar o caos e de procurar reverter  a grave situação em que encontrou a prefeitura de Santana do Cariri, segundo ela, nem mesmo o estado de calamidade abranda a sede de poder dos adversários que agora apostam na situação de crise  para tentar culpar a atual administração pelos erros do passado.  

O BLOQUEIO DE CONTAS

A prefeita cita como exemplo uma liminar do Poder Judiciário determinando o bloqueio das contas do município em recursos que somam quase  800 mil reais para pagamento dos funcionários comissionados e temporários “que o prefeito anterior não teve a decência de pagar” alega.

A gestora atual informa que já havia pago “os meses de novembro e dezembro de 2012  dos funcionários concursados” e que já se preparava para pagar os comissionados, quando abruptamente recebeu a notícia do bloqueio das contas do município” o que, de acordo com a prefeita “implicará em prejuízos enormes para o município: faltará dinheiro para pagamento dos funcionários; para pagar água, luz e telefone; carros pipas que vinham saciando a sede do povo e  gasolina para transportar nossos doentes, tratados em municípios vizinhos, como é o caso dos que precisam se submeter ao tratamento de hemodiálise” prevê.

Se a medida se sustentar “até mesmo os festejos religiosos, tradição secular que nunca deixou de acontecer” podem estar comprometidos.

INTERESSES ESCUSOS

A prefeita conta que esta situação de caos só interessa a oposição “levando adiante o plano maquiavélico de à todo custo voltar ao poder” mas avisa que “não voltarão” afirma.

CONSPIRAÇÃO

Daniele Machado classificou de “corja de malfeitores” aqueles que de acordo com ela  “conspirarem contra o poder legalmente constituído” e que “quanto maior será nossa luta em favorecer nosso povo mais humilde e que serão mais rigorosamente atingidos pela irresponsabilidade destes que só pensam em si” denuncia.

DETERMINAÇÃO E TRABALHO

A prefeita demonstrou disposição em continuar o seu trabalho sem se “curvar”  a “esse tipo de pessoas que ficaram por 30 anos no poder em Santana do Cariri e nada de concreto fizeram para o nosso povo” disse.

Ela prometeu que “com a ajuda de Deus, Todo Poderoso, conseguiremos reerguer Santana do Cariri em um patamar de desenvolvimento social e humano  que realmente nossa terra há muito clama e merece”.

COMPROMISSO COM OS MAIS CARENTES

A prefeita conclui a carta se comprometendo com os mais carentes.

“Este é meu compromisso como prefeita e buscarei na nossa própria população, governando principalmente para os mais humildes, a força necessária, com a providência divina, as graças que é merecedor todo aquele que só quer o bem para o próximo, em realizar um governo que todos querem e lutaram por isso” finaliza.

A carta está publicada na íntegra no sitio eletrônico da prefeitura de Santana do Cariri no endereço http://www.santanadocariri.ce.gov.br. O ex-prefeito foi procurado para falar sobre o assunto mas não atendeu as ligações.

Um comentário:

  1. Em Altaneira, segundo informações do Secretário de Adminitração e Finanças, Arioval Soares, o débito do município para com o INSS atinge o teto de 2 milhões de reais em face do não pagamento da gestão do prefeito cassado, Antonio Dorival (PSDB), conforme matéria veiculada no nosso site, o INFORMAÇÕES EM FOCO( http://www.informacoesemfoco.com/2013/02/secretario-de-administracao-e-financas.html).

    ResponderExcluir