sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

NOTICIÁRIO NACIONAL

Governo autoriza Correios e casas lotéricas a operarem câmbio

As casas lotéricas e as agências dos Correios foram autorizadas, nesta quinta-feira, a fazer operações de compra e venda de moeda estrangeira. Esses agentes já operavam com recebimento e transferência de dinheiro para o exterior.

Com a autorização, as lotéricas e Correios poderão comprar e vender moeda estrangeira no limite de US$ 3 mil por operação. É o mesmo limite para transferências.

A autorização para operações de câmbio para esses correspondentes foi concedida pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), formado pelos ministros da Fazenda e do Planejamento e pelo presidente do Banco Central.

O chefe da gerência executiva de câmbio do BC, Geraldo Magela, explicou que as medidas foram tomadas para aumentar o número de instituições no Brasil com autorização para operar com moeda estrangeira. A preocupação do governo é que não falte prestadores de serviços nessa área durante a Copa do Mundo de 2014, quando o país deve receber mais visitantes estrangeiros.

Médicos desistem de dar alta para
Alencar, que continua internado em SP

O ex-vice-presidente José Alencar permanece internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e não há previsão de que ele tenha alta e retorne para casa.


A informação é da assessoria do hospital e foi confirmada pelo oncologista Paulo Hoff, integrante da equipe que acompanha o ex-vice-presidente. Segundo ele, após se reunir para discutir a evolução do paciente, os médicos optaram por não liberá-lo, como vinha sendo cogitado.


- Ele está estável, mas em uma situação delicada. Ele poderia ir para a casa, mas com uma grande possibilidade de retornar [após poucos dias].

Advogada de Dilma entra em lista tríplice de indicados a vaga no TSE

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Ricardo Lewandowski, escolheu para a lista tríplice de candidatos a ministro substituto da corte a advogada Luciana Lóssio, 36, que trabalhou na campanha da presidente Dilma Rousseff.


 

A lista foi aprovada na semana passada pelo Supremo Tribunal Federal e segue para que Dilma escolha um nome. Mas provocou polêmica na sessão de ontem do STF. O ministro Marco Aurélio Mello, que votou a favor dos nomes, pediu que a lista não fosse enviada para Dilma e queria uma nova discussão sobre os integrantes, mas acabou derrotado pelo plenário.


 

O ministro argumentou que foi levado ao erro na votação porque não sabia que, para a inclusão do nome de Luciana, teria sido suprimido da lista anterior o nome do advogado Alberto Pavie.


 

O juiz substituto participa de julgamento quando o titular não pode comparecer. Nas eleições, fica responsável pela análise de representações que tratam de propaganda eleitoral. O TSE é composto por três ministros do STF, dois do STJ e dois indicados da advocacia.


 

No primeiro discurso na Câmara, ex-BBB defende casamento gay

O ex-BBB Jean Wyllys (PSOL-RJ) fez seu primeiro discurso nesta quinta-feira (24) na Câmara dizendo que, como primeiro deputado federal eleito assumidamente homossexual, trabalhará principalmente pela garantia dos direitos dos LGBTs (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais).

Como ações prioritárias, ele prometeu apresentar e lutar pela aprovação de uma PEC (proposta de emenda constitucional) que reconheça o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo.

"É preciso mostrar que aquela família de comercial de margarina não existe ou existe ao lado de muitas outras famílias diferentes. A ausência de leis não significa que a realidade [da união de pessoas do mesmo sexo] não exista", afirmou ele.

O deputado explicou que o casamento civil é diferente do reconhecimento da união estável entre homossexuais, que está sendo julgado pelo Supremo.

"O casamento garante os direitos sucessórios, por exemplo."


 


 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário