quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

NOTICIÁRIO INTERNACIONAL

Navio que vai resgatar
brasileiros está a caminho da Líbia

A embarcação que vai resgatar o grupo de 148 brasileiros que está na cidade de Benghazi, na Líbia, já está a caminho do país. O navio deixou nesta quarta-feira (23) o porto de Pireu, na Grécia, e deve alcançar a costa líbia nesta quinta-feria (24). A informação é do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores).

O navio foi fretado pela construtora Queiroz Galvão, para buscar seus funcionários e familiares que estão na Líbia. O país enfrenta uma séria onda de violência que deixou mais de 600 mortos, segundo organizações de direitos humanos.

À salvos: Um primeiro grupo de brasileiros conseguiu deixar a Líbia nesta quarta-feira (23). Junto a cerca de 70 funcionários da empreiteira Andrade Gutierrez, cinco brasileiros, também funcionários, saíram de Trípoli em um avião da Força Aérea Portuguesa.

Mais: Após perder o controle da região leste do país e também o apoio de pilotos da Força Aérea, o ditador da Líbia Muammar Gaddafi viu-se forçado a enviar mais soldados e mercenários à capital Trípoli e à região oeste, onde a oposição diz já ter conquistado a importante cidade de Misratah. Nos EUA, o presidente Barack Obama fechou o cerco ao regime e chamou o mundo à uma "ação conjunta" enquanto a Europa teme a chegada de até 1,5 milhão de imigrantes ilegais da região.

Em um breve discurso em Washington, o presidente dos EUA, Barack Obama, voltou a condenar os atos "ultrajantes" de violência do regime do ditador Muammar Gaddafi contra os civis e disse que seu país estuda várias medidas contra a Líbia --desde sanções unilaterais até ações conjuntas com outras nações

Israel bombardeia Gaza após ataque de milicianos palestinos a Be'er Sheva

A Força Aérea israelense bombardeou na madrugada desta quinta-feira vários alvos no norte e no leste da Faixa de Gaza, em resposta a um ataque de milicianos palestinos contra Be'er Sheva, capital do deserto do Neguev.

Aviões de guerra, helicópteros e tanques israelenses bombardearam posições de milícias palestinas em diversos pontos, e pelo menos três pessoas ficaram feridas, informou a imprensa local.

Os bombardeios causaram muitos danos materiais na localidade de Dir el-Balah e em centros de caráter militar usados por diversas milícias e pelo movimento islâmico Hamas, que governa a Faixa de Gaza desde 2007.

Segundo o Exército israelense, a maioria dos alvos atacados pertence ao braço armado do Hamas, as Brigadas Izz al-Din Al-Qassam.

Os bombardeios aconteceram após o lançamento, algumas horas antes, de dois foguetes de médio alcance Grad contra a principal cidade israelense próxima à Gaza, Be'er Sheva.

É a primeira vez que milícias palestinas atacam essa cidade desde a Operação Chumbo Fundido do Exército israelense em Gaza entre dezembro de 2008 e janeiro de 2009, na qual morreram cerca de 1.400 palestinos e 13 israelenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário