sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

MAPA DA VIOLÊNCIA DO CARIRI


Nova Olinda ocupa a 57ª posição no ranking do estudo Mapa da Violência 2011, divulgado ontem (24) pelo Ministério da Justiça e Instituto Sangari, e que apura os níveis de violência homicida juvenil no país entre os anos de 1998 a 2008 em cidades com população a partir de dez mil habitantes. As taxas foram calculadas pela média dos três últimos anos disponíveis (2006, 2007, 2008) compreendendo as mortes violentas de jovens com idades entre 15 e 24 anos de idade. O resultado demonstra o elevado grau de violência dos municípios brasileiros cujos níveis de vítimas juvenis são altamente preocupantes e graves.

 O Ceará é o 17º no ranking de homicídios de jovens, com 45,5 casos para cada 100 mil habitantes de acordo com o documento e, está na casa 10 atrás do Piauí, que é o estado com menor número de homicídios, com 18,1 casos para cada 100 mil habitantes, mesmo assim, mais do que o dobro de dez anos atrás. Vem seguido por Santa Catarina, com 19,5 casos. De acordo com o estudo, as taxas de Piauí e Santa Catarina ainda são "muito elevadas quando transpostas para o contexto internacional".

Alagoas é o estado que tem a taxa de homicídio juvenil mais alta do país (125,3). Depois, vêm o Espírito Santo (120), Pernambuco (106,1), o Distrito Federal (77,2) e o Rio de Janeiro com (76,9) fica na quinta colocação do ranking dos 26 estados e mais o distrito federal abrangendo todos os 5.564 municípios brasileiros. De acordo com o autor da pesquisa, Julio Jacobo, os índices de homicídio nas capitais e regiões metropolitanas tiveram uma queda de 3,1% entre 1998 e 2008. No entanto, houve um crescimento considerável das taxas no interior do país. "Chamamos isso de interiorização da violência. A partir de 2003, ocorreu uma queda das taxas de homicídios nas capitais, no entanto, as taxas de homicídio no interior estão crescendo assustadoramente" relata.

Conforme os dados divulgados para Nova Olinda a taxa de homicídios é de 14,8 para um universo de cem mil habitantes deixando o município com média de 3 (três) mortes a cada ano colocando o município na posição 1246 do ranking nacional.

Barbalha lidera ranking estadual
A cidade de Barbalha está no topo da lista estadual com taxa de 62,9 a cada cem mil habitantes obtendo a 70º posição no país. Outros municípios da região, também, aparecem com taxas de mortes violentes superiores as da capital. Juazeiro na sexta posição com taxa de 39,3 e Brejo Santo com 36,5 está em sétimo lugar no estado acima de Fortaleza que apresenta taxa de 35,9 na oitava colocação.

No estudo a cidade de Santana do Cariri figura na lista estadual na posição 69 e na listagem nacional em 1422 lugar sendo 12,8 a taxa de mortes violentas com média anual de três homicídios, a mesma taxa apresentada para Nova Olinda no estudo, no entanto, como o levantamento leva em conta o número de habitantes da cidade para chegar a taxa de mortes de cada município a cidade de Nova Olinda pontua 12 posições a cima de Santana do Cariri no mapa da violência 2011.
Altaneira - não faz parte do ranking porque está na faixa dos municípios com população abaixo de dez mil habitantes dentro do período analisado pelo estudo, assim como Antonina do Norte na região.

Cariri Oeste
Na região do Cariri Oeste o município de Potengi é o vilão do mapa da violência com a maior taxa de mortes violentas para uma população comparativa de cada cem mil habitantes e obteve a taxa de 23,2 homicídios ocupando a posição 22 dos municípios mais violentos do Ceará o que deixa Potengi na posição 731 do ranking nacional. Salitre ocupa a posição 62 no ranking estadual da violência com taxa de 14,1 e média de 3 homicídios figurando na colocação 1.314 da apuração nacional do índice de mortes violentas no país. O município de Farias Brito, também, figura entre os municípios da região com perfil de maior violência para a juventude, estando a cidade com taxa 16,9 homicídios na posição 43 dentro do estado e na colocação 1.077 do índice nacional de homicídios. As cidades de Assaré e Araripe têm as menores taxas de mortes violentas na região com 5,9 e 6,0 respectivamente ao lado de Campos Sales que apresenta a taxa de 3,8 mesmo com média anual de 3 assassinatos no período estudado devido o fator populacional que foi de 26.400 habitantes o maior do Cariri Oeste deixando Campos Sales na posição 145 dentro do estado e em 2.489 na listagem nacional. Assaré com 22.500 habitantes está na posição 129 do estado e na colocação 2.220 do país. Araripe aparece na posição 127 no Ceará e em 2.206 no Brasil.

Crato – A cidade está posicionada no ranking estadual bem abaixo da capital na 9º colocação com taxa de 34,6 homicídios estando na posição 364 do ranking nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário